A Falta de Desejo Sexual Está Ligada a Fatores Psicológicos?

Vamos fazer uma reflexão sobre as práticas sexuais de casais que estão juntos há algum tempo.

Como estão as suas Práticas Sexuais?

Estão Fantasiando ou deixando Morrer?

Uma das maiores dúvidas de muitos casais que estão há algum tempo juntos, é: como aumentar o desejo sexual?

Desde os primórdios, problemas com o desejo sexual, sempre foram questões mais comuns entre as mulheres.

Visto que os homens sempre se colocavam com suas “potências” sempre prontas para o ataque.

Na atualidade, a situação parece não ser da mesma maneira.

Tornou-se perceptível o aumento substancial de homens com esse tipo de queixas, buscando ajuda psicoterápica e médica.

Visto que não estão sabendo como lidar com essa falta de desejo.

Pois no imaginário social, o homem sempre teve que dar conta das mulheres que lhe procuram para envolvimentos.

Na atual conjuntura, ainda não esta claro se os homens contemporâneos estão de fato sofrendo mais desta disfunção ou se na modernidade buscam mais a ajuda de profissionais quando sentem ou percebem que realmente têm um problema/sintomas.

São muitas as causas da falta de desejos ou da perda de vontade de ter relações sexuais, seja para pessoas do sexo feminino, quanto para o sexo masculino. 

A falta de desejo sexual acontece tanto nos homens quanto nas mulheres!

 Dentre as causas, pode-se citar:

  • relações de longa duração/rotina,
  • monotonia no casamento,
  • maus tratos,
  • brigas constantes,
  • falta de comunicação,
  • sexualidade reprimida,
  • pressão psicológica,
  • relação de poder e sua perda,
  • doenças físicas e psíquicas, dentre outros.

A falta de desejo sexual é um dos problemas menos sexuais de todos os problemas sexuais, pois estão diretamente interligados com as questões emocionais e psicológicas.

Para tratar qualquer problema de ordem psicológica, a primeira coisa necessária é o desejo de mudança.

Outra coisa extremamente importante é a paciência, pois o prognóstico é lento.

Ninguém consegue mudar-se em um segundo, certo?

É preciso buscar ajuda Psicológica e por muitas vezes, essa poderá ter como aliada, a terapia medicamentosa.

Todavia, em situações extremamente específicas, pois em sua grande maioria, apenas a psicoterapia sexual se faz eficaz.

Para melhor resultado, a terapia sexual deve ser agregada a terapia de casal como em quase todas as disfunções.

A participação mais ativa do parceiro(a) é muito importante, pois esse processo de reestruturação, deve acontecer em níveis mais profundos.

Para que o autoconhecimento acerca da sexualidade e da maneira de funcionar de cada um dos indivíduos da relação, faz-se necessário compreender e trabalhar os bloqueios/dificuldades que impedem o casal ou um dos indivíduos, de fantasiar com seu parceiro(a) e entregar-se por completo à relação.

A psicoterapia sexual além de tratar questões específicas dos indivíduos e também do casal, vai ser grande estimuladora do uso de fantasias e masturbação.

Também vai cooperar para o restabelecimento da parceria do casal, da redescoberta do desejo mútuo, que são fatores fundamentais para quem sofre da perda do desejo sexual.

Não espere mais, busque ajuda, afinal, em sua PRÁTICA SEXUAL, vai FANTASIAR OU DEIXAR MORRER?

Fonte:

Relacionamentos Amorosos e Sexualidade por Juliano Coimbra

Vanessa Reis

Psicóloga Clínica, Terapeuta Cognitiva Comportamental, Hipnoterapeuta.

2 thoughts to “A Falta de Desejo Sexual Está Ligada a Fatores Psicológicos?”

  • Saulo

    5 de abril de 2017 em 21:05

    Bacana.

  • Virtual Private Servers

    6 de agosto de 2017 em 21:05

    Tambem pode estar relacionada a falta de desejo sexual, alem da adocao de um ritmo inadequado para a relacao sexual. A excitacao e um elemento importantissimo para a lubrificacao vaginal, que permitira uma relacao prazerosa e sem dor.

Deixe um comentário