O que ativa a libido da mulher? Como manter o interesse sexual ao longo dos anos?

Falar sobre sexualidade humana é sempre um assunto complexo e multifatorial. O objetivo aqui e abordar a questão da libido feminina, o que pode facilitar ou dificultar o interesse sexual das mulheres, que sofrem alterações ao longo dos anos em um relacionamento. O que desperta e mantém o interesse sexual em homens e mulheres tem gatilhos (estímulos) diferentes.

Todas as partes do corpo e dos sentidos estão ativos no momento do despertar do desejo e aumento da excitação ao longo da relação sexual: tato, olfato, visão, paladar e audição. Os homens costumam ser mais visuais, já as mulheres em geral respondem melhor a estímulos auditivos (fale coisas que ela gosta de ouvir, elogie, diga o quanto a deseja) o resultado, pode te surpreender!

É claro que as pessoas não são iguais e o que excita cada um pode variar muito, por isso é válido conhecer a parceira(o) e descobrir o que de fato excita e dá mais prazer a cada um. Mas na maior parte dos casos convém tentar seguir as dicas citadas.

Quando se trata de relações humanas, fica difícil citar uma regra, somos todos únicos e surpreendentes em si mesmos. O que motiva cada pessoa é muito subjetivo, por isso conhecer alguém intimamente é sempre uma aventura nova e única. E se sentir único é algo que realmente costuma encantar a todos, ninguém quer ser tratado como apenas mais um.

Muitos casais se queixão sobre questões sexuais, sobre o excesso ou a falta de motivação sexual do parceiro(a), muitos homens dizem que suas parceiras têm pouco ou quase nenhum interesse sexual, de outro lado a mulher sente-se cobrada, culpada, incompreendida, nada acolhida e de fato desestimulada sexualmente.

É importante entender que as mulheres não se desestimulam sem motivos, é necessário procurar entende-la, ouvir suas queixas, o que na vida como um todo está lhe incomodando e atrapalhando de modo a não lhe permitir pensar em sexo.

Para os homens em geral, é tudo muito mais simples quando se trata de sexo, são mais práticos, já a mulher é muito mais elaborada, sua sexualidade engloba uma série de fatores que não se resumem ao corpo em si, tudo está interligado.

Para o homem é mais tranquilo usar o sexo como uma forma de esquecer ou aliviar os problemas do dia-a-dia, já a mulher fica com a cabeça mais ligada aos problemas e preocupações e não consegue se sentir apta para o sexo quando sua mente está em outro lugar, a capacidade de focar dela é mais complexa, são mundos bem distintos.

Cabe aqui uma observação importante para que possamos prosseguir com a abordagem do tema proposta aqui neste artigo. Se faz necessário descartar a hipótese física de algo que possa estar atrapalhando o desejo sexual feminino, como problemas hormonais, ginecológicos, disfunções sexuais em geral, para compreendermos a questão da baixa libido do ponto de vista aqui apresentado, ressaltando porém que, muitos problemas podem afetar o prazer sexual feminino como acima citado, caso a mulher perceba alterações no desejo, dores na relação, desconforto, é importante ir ao ginecologista para investigar melhor as causas e fazer o tratamento adequado.

Para a mulher os problemas dentro da própria relação podem levá-la a um desinteresse sexual, não se sentir compreendida, amada, enxergada, ouvida, valorizada, desejada…, tudo isso pode torná-la insegura e insatisfeita com a relação e consequentemente ter diminuição da libido, bem como brigas constantes, falta de companheirismo, sentir que não pode contar com seu parceiro e até mesmo confiar nele, são alguns dos fatores que podem interferir no desejo sexual feminino.

O desejo da mulher por sexo também está diretamente ligado a maneira como ela é tratada por seu parceiro, por exemplo, sentir que a única coisa que importa para ele é o sexo, sentir que ele faz tudo mecanicamente em uma sequência lógica para chegar logo onde quer, por uma mera necessidade fisiológica, perceber que ele beija por beijar (quando beija), não se preocupa com as preliminares e com os estímulos ao corpo dela, com o seu prazer e suas necessidades afetivas, são fatores mais que suficientes para acabar com a libido de qualquer mulher.

Portanto, conheça sua parceira, trate-a com amor, carinho, cuidado, se preocupe com ela e com o que é importante para ela, fale palavras que ela gosta de ouvir, envie mensagens carinhosas e até mesmo insinuantes para ela ao longo do dia, sempre a elogie, a valorize, assim o caminho estará bem mais promissor para o bom andamento da vida sexual do casal. Não é só o ato em si, o dia-a-dia é o que mais conta para a mulher, sejam criativos.

É claro que todas as recomendações que servem para os homens, também servem para as mulheres, o homem também precisa ser elogiado, se sentir amado, desejado, valorizado por sua mulher. Mulheres, pensem mais em sexo, falem sobre sexo, comuniquem aos seus parceiros o que te dá mais prazer, se preocupem com esta importante área da vida de um casal, sejam criativas, procurem formas de apimentar a relação. Resgatem práticas do início do relacionamento, encontrem tempo para ficar só os dois, façam passeios românticos, saiam da rotina, não há libido que resista a mesmice nossa de cada dia, inovem sempre!

As necessidades emocionais de ambos precisam ser supridas em um relacionamento, a manutenção da libido é sustentada por uma série de fatores que não estão somente nos estímulos do corpo, embora isso para o homem seja mais simples, para ser feliz sexualmente a longo prazo é preciso mais que conhecer os pontos erógenos do corpo do parceiro(a).

Imagine aquele sexo mecânico, desinteressado, onde você já sabe como começa e termina sempre, onde o beijo e as preliminares não têm mais importância, acham possível o interesse sexual resistir por muito tempo nesta relação? Então imagino que compreendam que o segredo é inovar sempre que possível, mudar de cômodo, de posição, de jeito de fazer enfim, basta querer mudar para melhor, resgatar as coisas boas que ficaram no passado, tenham mais intimidade, erotização, não sejam dois estranhos embaixo do mesmo teto.

Homens o que dá prazer para uma mulher não é o tamanho do seu órgão, desencanem, nem a sua preocupação excessiva com a “performance” e sim a maneira especial com que você a trata, a sua real vontade de vê-la feliz não só na hora do sexo, a libido de uma mulher também é sustentada pela admiração que ela tem por seu parceiro e pela gentileza com que ele a trata.

Não estou dizendo que você precisa ser perfeito, ninguém é, apenas que é importante entender que a complexidade feminina com relação ao sexo, vai além do ato sexual em si. Mulheres dificilmente separam o desejo sexual do afeto, e suas necessidades afetivas precisam ser supridas para uma vida sexual satisfatória ao longo dos anos. A mulher se dedica de corpo e alma, ao parceiro, à família, coloca a alma em tudo que faz e alma só se alimente de afeto, carinho, amor…

Vanessa Reis

Psicóloga

Vanessa Reis

Psicóloga Clínica, Terapeuta Cognitiva Comportamental, Hipnoterapeuta.

Deixe um comentário